Pontes ruins em Jarudore

Produtores rurais de Jarudore, distrito de Poxoréu, enfrentam dificuldades por causa das péssimas condições das pontes.

CLIQUE AQUI para assistir a reportagem da TV Centro América.


Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 22h29
[] [envie esta mensagem] []



SOS Vila

VILA SANTA TEREZINHA PEDE SOCORRO

Juscinete Souza Reis

No último dia 25, no movimento popular denominado Lagoaço, realizado pelo MCCP, a presidente de bairro da Vila Santa Terezinha Ingrid Luana Alves se fez presente, carregando a faixa "A VILA SANTA TEREZINHA PEDE SOCORRO". Os integrante do movimento sensibilizados com aquela frase, na segunda-feira, resolveram fazer uma visita a Vila e nos deparamos com o total descaso da administração pública.

A Vila Santa Terezinha está localizada aos pés do maior cartão postal de Poxoréu que é o MORRO DA MESA , onde residem aproximadamente 150 famílias e nem isso sensibiliza os atuais governantes do município em manter aquele local com um mínimo de infraestrutura. A situação no bairro é bastante precária, lixo por todas as partes, falta de água potável na rede pública, falta de iluminação, ruas intrafegáveis, falta de esgoto. A empresa dos Correios não entregam correspondência naquele local porque alegam que não tem nome nas ruas, enfim, realmente uma situação de SOCORRO.

A Vila Santa Terezinha é um dos bairros mais antigos de Poxoréu e deveria ser o modelo de organização, vez que é por aquele bairro se dá acesso ao centro da cidade. Alí poderia ser a porta de entrada do município, onde visitantes apreciariam a beleza do Morro da Mesa e o rio Bororo. Mas vimos que isso parece não ser a prioridade para administração. Após a visitação, o MCCP estará encaminhando cópia do registros ao presidente da Câmara Municipal e a prefeita deste município, cobrando medidas emergenciais para resolução dos problemas. Os moradores alegaram que a própria prefeita quem levantou a hipótese de colocar caixa d’água em todas as casas daquele bairro, onde o DAE, Departamento de Água e Esgoto, adquiririam as caixas d’água e parcelariam esses custos com a população. Passaram-se dois anos e as promessas ainda não foram cumpridas. Os moradores tem que se socorrer através de caminhão pipa para abastecer suas residências.

Desta forma, o MCCP estará cobrando dos seus representantes, resultados eficazes, para que as promessas não fique somente nos palanques, que a administração pública se volte mais para os problemas sociais como a saúde, educação, lazer, pavimentação, etc.

O MCCP sempre que precisar, usará o espaço no Facebook para divulgar a todos que amam Poxoréu, a situação atual do município, para que no próximo pleito que se aproxima os eleitores não sejam ludibriados somente com falácias bonitas. Cobrem mais dos nossos representantes. MERECEMOS MAIS RESPEITO pois pagamos nossos impostos em dia. Estamos à disposição, O MCCP será mais um colaborador, só que do POVO DE POXORÉU!

______________________________

Visite a página do MCCP/Comissão Independente Acorda Poxoréu no FaceboocK: Clique aqui



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 13h54
[] [envie esta mensagem] []



A Tribuna - Jarudore

Exposição em Rondonópolis retratará a restauração histórica de Jarudore

 Deivid Rodrigue/A Tribuna

                                     Pintura da exposição do projeto Restauração Histórica de Jarudore

Pintura da exposição do projeto Restauração Histórica de Jarudore

O artista plástico Gerson Rafael da Costa lança, nesta quinta-feira (30), a partir das 19h, no Centro Cultural José Sobrinho, em Rondonópolis, uma exposição de seu projeto ‘Restauração Histórica de Jarudore’. A iniciativa mostrará à população fotos retratadas em pinturas de óleo sobre tela, no tamanho de 60 por 80 centímetros. Segundo o pintor, as obras apresentarão a sociedade as paisagens, casas, igrejas e as pessoas que vivem na localidade.

Pintura retrata aspectos da paisagem de Jarudore

Pintura retrata aspectos da paisagem de Jarudore

Gerson da Costa disse que a produção das telas levou cerca de quatro meses

Gerson da Costa disse que a produção das telas levou cerca de quatro meses

Gerson contou que as fotografias do Distrito, que tem em torno de 3.600 moradores e que pertence ao município de Poxoréu, foram feitas por Daniel Horas e a reprodução delas nas telas levou em torno de quatro meses. No total, foram registradas uma média de 90 imagens.
O responsável pela iniciativa disse que a exposição terá 30 obras. Além de seus trabalhos, os artistas convidados Adão Ives, Junior da Silva e Zé Côca vão expor duas telas cada; Nalme Mendonça vai expor três obras; e Ariane Rezende participa com uma tela.
MOTIVO DO PROJETO
Gerson da Costa revelou que o intuito do projeto se deve ao problema vivido em Jarudore pelo fato dos índios da etnia Bororo terem ganhado na Justiça o direito de reaver as terras hoje ocupadas pelos atuais moradores. “Eu espero que com essa exposição, as autoridades da nossa região possam tomar uma atitude acerca dessa situação e resolva a questão da desapropriação das terras”, explicou.
A mostra conta com patrocínio do Fundo Estadual de Cultura, em cumprimento à Lei de Apoio à Cultura de Mato Grosso, por intermédio do Conselho Estadual de Cultura. A exposição ficará aberta do dia 30 de outubro a 28 de novembro, no Centro Cultural, de segunda à sábado, das 7h às 11h e das 13h às 17h.

O artista plástico antecipou que após a mostra, as obras serão doadas ao acervo artístico da biblioteca de uma escola de Jarudore.

Pintura que retrata Tereza Alves Rafael, pioneira de Jarudore que faleceu no ano de 2010

Pintura que retrata Tereza Alves Rafael, pioneira de Jarudore que faleceu no ano de 2010

Pintura que também faz parte da exposição

Pintura que também faz parte da exposição

Tela retrata uma igreja do Distrito, produzida pelo artista plástico participante da exposição, Júnior Silva

Tela retrata uma igreja do Distrito

Fonte: Jornal ATribuna: www.atribunamt.com.br



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 15h28
[] [envie esta mensagem] []



Lagoaço I

Lagoaço marca aniversário da cidade

Site Agora Mato Grosso

De camisa preta simulando luto, cartazes e apitos, dezenas de pessoas saíram as ruas de Poxoréu para protestar contra as diversas obras paralisadas no município. O movimento denominado de Lagoaço aconteceu neste fim de semana e marcou o aniversário de 76 anos do município.

A presidente do Movimento Contra Corrupção de Poxoréu (MCCP) que organizou o manifesto, Juscinete Souza Reis, avaliou positivamente o protesto. Ela reforça que o MCCP é apartidário e que não tem cunho político.

Várias pessoas de fora de Poxoréu abraçaram a causa e compareceram. Avalio positivamente o esforço de cada”, afirma.

Um bolo feito pela organização, representou os sete anos que a obra foi iniciada.

Além da caminhada, o movimento colocou faixa em obras paradas como na Delegacia, o Ginásio Cinquentão e o Balneário Lagoa.

Nesta segunda-feira (27), mais um ato foi feito pelos membros do MCCP. Cerca de dez pessoas visitaram o bairro Santa Terezinha a fim de verificar de perto os problemas daquela comunidade, entre os quais a falta de água, iluminação pública e ruas esburacadas.


___________

Veja fotos e vídeos da manifestação "Lagoaço" na página Blog Poxoréu www.pox.zip.net no Facebook: Clique aqui para conferir.



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 19h39
[] [envie esta mensagem] []



Lagoaço II

LAGOAÇO - SUCESSO ABSOLUTO

Neta/Assessoria

O Lagoaço, primeiro movimento democrático do povo de Poxoréu, foi um sucesso absoluto.

O movimento popular saiu do trevo das lanchonetes embalado pelas músicas "Minha Doce Poxoréu" e "Vem pra rua" (O Rappa).

Todos com adesivos do MCCP no peito e apito na boca.

Passaram pelo posto de saúde, onde foi entoado o grito de guerra "SAÚDE, RESPEITO, O POVO TEM DIREITO".

Logo em seguida o movimento dirigiu-se até a sede da Prefeitura Municipal e fizeram protesto virando de costas para a sede do Administrativo.

Encaminharam ao Ginásio Cinquentão, cuja reforma prometida nunca foi cumprida e hoje está completamente abandonada, e fizeram o gesto de abraço ao ginásio.

Depois o movimento dirigiu-se até o Balneário Lagoa, onde foi levado um bolo de quase dois metros de altura, com a vela de 07 anos, simbolizando os anos da reforma e descaso com o Balneário Lagoa, cantando parabéns para a cidade.

Foi aberta a palavra aos participantes, onde filhos e amigos distantes de Poxoréu, usaram o microfone para externarem a indignação com a situação da cidade, registrando as falas dos filhos de Poxoréu Ulisses Barbosa, Procurador de Justiça aposentado, Batistão Barbosa, Ruy Nogueira, advogado, dentre outros depoimentos importantes, que fizeram questão de deixar bem claro que a revolta não se dirige a pessoas, mas sim a fatos e ao descaso que há anos impera na cidade, que parou no tempo enquanto as cidades vizinhas avançam no crescimento.

Este foi apenas o primeiro de uma série de movimentos que ainda virão, quantos forem necessários para que Poxoréu volte aos trilhos do crescimento e saia do descaso e ineficiência administrativa.

As fotos e vídeos estão disponíveis na página da Comissão Independente Acorda Poxoréu no FaceboocK: https://www.facebook.com/pages/Comiss%C3%A3o-Independente-Acorda-Poxor%C3%A9u/1466495086972440?fref=ts

Clique aqui para ver as fotos e vídeos na página do MCCP/Comissão Independente Acorda Poxoréu no FaceboocK.



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 19h34
[] [envie esta mensagem] []



2º Turno em Poxoréu

Dilma vence Aécio com diferença de 1.064 votos em Poxoréu

Eleitores: 13.106 - Votantes:  8.716

PRESIDENTE 

Dilma Rousseff  PT: 4.749 votos (56,31% dos votos válidos)

Aécio Neves PSDB: 3.685 votos (43,69% dos votos válidos)

Votos Brancos: 73

 Votos Nulos: 209

Abstenção (não votaram): 4.390



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 18h16
[] [envie esta mensagem] []



Convite

LAGOAÇO

Por: Juscilene Vieira de Souza- Cila

O Movimento de Combate a Corrupção em Poxoréu convida a população para o LAGOAÇO, manifestação popular no Trevo das Lanchonetes até o Balneário Lagoa, que será realizada no dia 25/10/2014, a partir das 14 horas.

TRAJE: QUEM PUDER VENHA DE CAMISETA PRETA, SIMBOLIZANDO O LUTO DA PASSIVIDADE E COMODISMO. POXORÉU ACORDOU!


Será um dia histórico para a nossa cidade,vamos comemorar os 76 anos de Poxoréu com uma festa do povo, da democracia, do amor e respeito à nossa cidade.

A cidade que tanto nos ofereceu, hoje precisa do nosso apoio. Vamos demonstrar o nosso amor por Poxoréu com ações efetivas para o resgate do desenvolvimento e expectativas que lhes foram subtraídos.

Traga o seu cartaz, a sua faixa e venha exercer o seu direito constitucional de se manifestar contra o que acha que não está correto.

Convidem amigos e parentes para participarem, ajudem-nos a divulgar o movimento, e a nossa página no facebook “Acorda Poxoréu”, curtam, compartilhem, estamos lutando pelo resgate do passado glorioso que tivemos, pelo presente dos que aqui residem e pelo futuro dos que virão.

Venham para a rua, já ficamos muito tempo no sofá, apenas na esperança das promessas dos políticos.

Nesse momento, vale lembrar as palavras do Papa Francisco quando esteve no Brasil e falou aos jovens: "Não sejam covardes, saiam às ruas”.



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 21h55
[] [envie esta mensagem] []



Férias

Blog em manutenção


Equipe BlogPox em férias até 20/10/2014.



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 23h04
[] [envie esta mensagem] []



Nossa Senhora

7ª Festa de N. Sra. Aparecida

Dias 10, 11 e 12 de outubro



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 22h27
[] [envie esta mensagem] []



Denúncia

SOS LAGOA

No dia 17/09/2014 a Comissão Independente Acorda Poxoréu fez imagens do Balneário Lagoa, com a finalidade de mostrar aos filhos distantes de Poxoréu a atual situação do nosso querido Balneário e como se encontram as obras, ou seja, paralisadas há mais de 07 anos, conforme divulgado no Facebook.


Hoje, passados 20 dias do registro fotográfico, nos deparamos com uma situação de causar indignação e revolta, um caminhão baú encostou e RETIROU TODA A ESTRUTURA QUE COBRIA A ÁREA CONSTRUÍDA, tendo sido levada para uma empresa localizada no Distrito do Alto Coité, onde dizem funcionar uma fábrica de piscinas.


Queremos e vamos cobrar uma explicação, por que foi arrancado e levado para uma empresa particular e a que título???? E o pior, sem qualquer justificativa à população.

O Balneário Lagoa pertence ao povo de Poxoréu, é Bem Público, nos termos da Constituição Federal e do Código Civil Brasileiro.

Aguardamos uma explicação das nossas autoridades sobre qual foi a destinação do bem público e a que título.

É triste, muito triste ver o Balneário Lagoa nesta situação, e agora temos a sensação de que estão chutando "cachorro morto", chupando da laranja até "o bagaço".

O BALNEÁRIO LAGOA TEM DONO: O POVO DE POXORÉU. MAIS AMOR, POR FAVOR!!!

Iremos protocolar denúncia junto ao Ministério Público para as providências cabíveis e apuração da responsabilidade dos envolvidos.

(Comissão Independente Acorda Poxoréu)



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 22h34
[] [envie esta mensagem] []



Eleição em Poxoréu

 

Resultado da Votação em Poxoréu

PRESIDENTE 

Dilma Rousseff   PT - 4.356 votos

Aécio Neves PSDB - 2.704 votos

Marina Silva PSB - 1.211 votos

 

GOVERNADOR

Pedro Taques  PDT  - 4.039 votos

Lúdio Cabra PT - 2.578 votos

Janete Riva PSD - 1.220 votos

 

SENADOR

Wellington Fagundes  PR - 4.227 votos

Rogério Salles PSDB -2.366 votos

Rui Prado PSD - 752 votos

 

DEPUTADO FEDERAL

J. Barreto PR  - 1.568

Carlos Bezerra PMDB  - 1.011

Adilton Sachetti PSB - 946

Chico Daltro PSD  - 848

Fabio Garcia PSB -  566

Professor Victório Galli PSC - 383

Valtenir Pereira PROS - 266

José Augusto Curvo - Tampinha PDT  - 207

Vereador Dico PROS  - 195

Eliene Lima PSD  -  125

Murilo Domingos PR  - 103

Procurador Mauro PSOL  - 82

Cabo Juliano Rabelo PSB  - 69

Ezequiel Fonseca PP - 61

Isabel Silveira PDT  -  60

Nilson Leitão PSDB  - 52


DEPUTADO ESTADUAL

Zeca Viana PDT - 1.589

Nininho PR - 1.218

Sebastião Rezende PR -  763

Janaina Riva PSD - 472

Gilmar Fabris PSD  -  388

Luizinho Magalhães PSD  - 376

Mauro Savi PR - 333

Zé Carlos do Pátio SD - 325

Romoaldo Junior PMDB - 319

Ibrahim Zaher PSD   - 178

Renivaldo Nascimento PDT  - 160

Botelho PSB - 117

Max Russi PSB - 112

Dr. Kleber Amorim PT - 82

Rodrigo da Zaeli PSDB  - 81

Deucimar PP  -  78

Coronel Taborelli PV - 72

Baiano Filho PMDB - 70

 

Clique aqui para ver o resultado da votação em Mato Grosso

Digite Poxoréu no campo "Filtrar por Cidade" para obter o resultado da votação no Município.



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 22h34
[] [envie esta mensagem] []



Nota de Esclarecimento

Da situação do Balneário Lagoa

Jane Maria Sanchez Lopes Rocha

Jean-Louis Van der Stock

Vimos pela presente prestar esclarecimentos à Sociedade Poxoreense e aos Nobres Vereadores sobre o estado das obras de reforma da nossa Lagoa. O assunto suscita muita preocupação na população.

Em primeiro lugar, a administração Jane também não aprova o projeto na forma em que ele foi concebido. A escolha de um “piscinão” esta muito equivocada ecológica e funcionalmente, principalmente quando descobrimos que funcionará com um circuito fechado de bombeamento e filtragem da água. Mas é um projeto aprovado e em execução não podemos mais questioná-lo  Apenas nos cabe levá-lo a bom termo.

Concordamos com os autores do pedido de instauração de inquérito civil quando falam da “Indignação da sociedade que perdeu um local aprazível, que podia ser utilizado pelas famílias”, ou ainda que “O projeto, é de duvidosa sustentabilidade ambiental.... com prejuízo ... às nascentes existentes no local”   assim como concordamos com várias outras ponderações dessa comissão de cidadãos. Mas temos que dizer que estão equivocados em algumas afirmações, apesar de confirmamos que os números adiantados por eles estão globalmente corretos.

Todavia, estranhamos que essa tomada de consciência acontece , ...  por acaso, ... na reta final da campanha eleitoral.  Eventualmente alguém poderia explicar que a questão não é pertinente ao pleito, a qual afirmação responderíamos: ...  será mesmo ???

No entanto a atual administração repudia tanto quanto a população o descalabro que estava acontecendo na gestão da obra da Lagoa, e ainda,  queremos lembrar que ocorreu ali um crime ecológico mais grave ainda: a garimpagem escandalosa que aconteceu na cara da população, sem que, apesar da publicação dos fatos, tenha sido acionado o ministério público ou tomada alguma medida corretiva.

A obra da lagoa faz parte do bojo do que já foi chamado de “herança maldita”. Esta é provavelmente a mais visível, mas não a pior das malogradas empreitadas de responsabilidade de administrações anteriores. Todas se encontram na mesma situação, com cronograma extremamente atrasado e grande incoerência administrativa quando não financeira.  

Se a obra do Balneário lagoa se arraste há 7 anos, é culpa da má gestão e da irresponsabilidade dos proprietários dessa inconsistente empresa “Sahaddai”. 

Quando uma vencedora da licitação – no caso a Shaddai - é responsável por uma obra, ela é independente para a gestão da mesma, e presta conta diretamente para a financiadora  -  a Caixa Econômica Federal . A medida do adiantamento dos trabalhos, a empresa solicita uma “medição” que é efetuada por um engenheiro civil fiscalizador nomeado pela Caixa e que a ela se reporta.

Sendo essa medição dos serviços executados aprovada pelo fiscalizador, a Caixa transmite à Prefeitura o valor estabelecido, o qual o município deve imediatamente e integralmente repassar a firma contratada. 

A única real intervenção do Poder Executivo é o acompanhamento de praxe da medição pelo engenheiro civil da prefeitura, como Fiscal Responsável.

A situação da obra preocupa a administração da Prefeita desde o começo de 2013, quando assumiu a gestão municipal. Mas, a empresa Shaddai” é o legitimo contratado, Assim não é possível que a prefeitura intervenha diretamente, apenas podendo pressionar. Infelizmente, somente pode esperar a boa vontade ou, mais corretamente, o bom senso empresarial do empreiteiro.

Analisando as opções judiciais: Para que a prefeitura possa assumir a obra, ela deveria processar a empresa e cassar seu contrato. Sabemos da morosidade desse tipo de ações, que podem demorar decênios.  Isto seria a pior opção, pois ficaríamos com a obra parada, com um processo judicial complicado  e uma contenda política de bastidores muito favorável aos que têm interesse em atrasar a decisão. Sobram então duas possibilidades: ou a empresa termina a obra, ou desiste dela e a entrega de volta a prefeitura.

 O engenheiro responsável pela “Shaddai“ Gilmar Gemin Cipriano sinalizou no inicio de 2013 que iria terminar o mais rapidamente possível as construções, pois estava em ordem com Caixa, os valores recebidos estariam condizentes com o adiantamento do serviço em porcentagem. Seria assim,  ‘sadia’  a situação financeira e a continuação da obra seria a melhor solução para todos.

Mas as obras andaram extremamente lentas, sendo que a ultima e única medição foi paga em 20 de agosto 2013 a quantia de 144 mil reais. Completando 62,93 % do orçamento total de R$ 1.267.500 relativos à fase 1 (que é composta principalmente pela piscina maior) e também em 20 de agosto 2013 a quantia de 249 mil reais completando  41,21 % do orçamento total de R$ 1.072.500 relativos à fase 2 (que é composta da piscina menor e das quadras de esporte). Neste exato momento, a obra parou de vez! Ficando apenas alguns operários parados no canteiro;

Frente a essa situação, para estabelecer a realidade dos trabalhos, avaliar a exatidão das medições e definir o que ainda sobrava para ser executado, a Prefeita encomendou um laudo técnico independente de um engenheiro civil especializado em avaliação imobiliárias (ver laudos 1e 2 em anexo).

 Após o feriado de fim de ano, os operários não retornaram ao serviço, e a crise tornou-se aguda. O Engenheiro da Shaddai pediu prazo, informando encontrar grandes dificuldades em comprar o material de acabamento, principalmente por causa da defasagem dos preços entre o momento da licitação e o da compra (seis anos fazem muita diferença).  Ele reiterou por várias vezes essas alegações, até finalmente sinalizar que ele não conseguiria cumprir com o contrato.

Considerou-se então a desistência da empresa Shaddai, a formalização dessa desistência foi postergada ou explicando melhor “empurrada de barriga”,  pelos supostos efetivos mandantes na empresa até que em 12 de junho 2014, o engenheiro Gilmar Cipriano comunicasse pessoalmente sua desistência.

A partir desse momento da desistência da Shaddai, o objeto do convênio, ou seja o projeto e o orçamento  podem ser revistos para serem adaptados a uma nova  situação. O departamento técnico esta reavaliando o projeto, retirando do mesmo algumas partes que são julgadas dispensáveis, como por exemplo os “toboáguas” que são difíceis de ser executados, muito caros e especialmente dispendiosos para serem operacionalizados, pois necessitam de bombas poderosas, e sobretudo de pessoal especializado, no mínimo dois por aparelho, além de salva-vida. Isto oneraria muito a gestão do balneário com implementos cuja ‘moda’ já passou. Paralelamente seriam revisados os tipos de materiais de acabamento. O objetivo desses remanejamentos é de conseguir manter o valor do orçamento original, para não necessitarmos de aditivos para terminar a obra.

O caminho no momento é de: formalizar o distrato da empresa Shaddai, rever o projeto, refazer as planilhas de custo, reapresentar a documentação à Caixa, e após a aprovação, licitar novamente a obra. Não é fácil, mas é o caminho para sair dessa “sinuca” assim poderemos devolver à população de Poxoréu o seu melhor lugar de lazer, fechado há muito tempo.

Ainda há problemas a serem superados quanto à degradação da obra por causa dos atrasos;  falhas na manta asfáltica e sua proteção mecânica (já descritas no laudo de avaliação) estão piorando pela longa exposição ao sol e precisarão serem recuperadas, outros custos oriundo da estagnação dos serviços assim como algumas discrepâncias nas medições terão que ser ressarcidas ao município. Notificações desses fatos foram encaminhadas á Caixa Econômica federal, ao Responsável Técnico e aos Autores de Projeto para tomar as disposições cabíveis.

Em 29 de setembro 2014 recebemos a solicitação de rescisão dos contratos de Reestruturação e Ampliação do Balneário lagoa (etapas 1 e 2)

Quanto à terceira fase, cujo valor de convenio é de 3 milhões 592 mil reais, esclarecemos que os projetos e as planilhas de custo foram aprovados pela Caixa no inicio do ano. As obras não começaram ainda porque a primeira licitação foi anulada no momento de expedir a ordem de serviço por erros documentais da empreiteira vencedora. A obra é de responsabilidade do Estado de Mato Grosso, e a nova licitação acontecera dia 17 de outubro próximo. O projeto contempla a construção da parte social do Balneário Lagoa, com um auditório para convenções, um restaurante completo, cercas, guaritas, arruamento, equipamentos de lazer e estacionamento. A prefeitura ainda tem nos seus projetos futuros, a construção de uma avenida amplamente arborizada, dando acesso ao balneário diretamente da MT 130.

Jane Maria Sanchez Lopes Rocha - Prefeita de Poxoréu; Jean-Louis Van der Stock- Secretário de Planejamento



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 22h26
[] [envie esta mensagem] []



Projeto “Ressignificando o espaço escolar

A PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO PÚBLICO

Prof. Izaias Resplandes de Sousa

A EE. PE. CÉSAR ALBISETTI está realizando, dentro da programação do Projeto “Ressignificando o espaço escolar”, uma série de seminários acerca de temas do cotidiano dos seus alunos, tais como, as diversidades gerais e de gênero, a política e a cidadania, as DSTs e as drogas e a preservação do patrimônio público.

Para motivação da reflexão, sobre esse tema, a escola convidou os professores Luiz Sérgio e Antenor Ferreira. Logo após a palestra, os alunos do grupo responsável pela temática, formularam dez propostas

 A seguir, publicamos a síntese das propostas dos alunos referente a essa última temática supracitada.

Ei-las:

1 - Criar um grupo, formado por alunos, para fazer divulgação externa acerca da “preservação do patrimônio público”;

2 - Criar um Departamento no Grêmio Estudantil com o objetivo de promover a preservação do patrimônio público e apoiar o trabalho de ONGS que realizam essa missão;

3 – Divulgar, através dos meios de comunicação da escola e em outros meios sociais, quando houver disponibilidade;

4 – Denunciar às autoridades, os vândalos que atentarem contra o patrimônio público, para a apuração de responsabilidade e aplicação das penas cabíveis;

5 - Estabelecer penalidades rigorosas para quem cometa atos infracionais contra o patrimônio público;

6 - Fazer a doação de livros usados, que já não sirvam mais para o uso escolar, às empresas que trabalham com materiais recicláveis;

7 - Fazer uma maior conscientização para a população em geral, através das mídias sociais, sobre a importância da preservação do patrimônio público;

8 - Fazer uma ressignificação constante do espaço escolar através de mais investimentos;

9 – Atribuir a higienização das carteiras e mesas escolares aos próprios alunos;

10 – Implantar o monitoramento eletrônico no interior da escola e em locais públicos da cidade, a fim de inibir possíveis infrações ao patrimônio público, a fim de facilitar a aplicação de punição aos infratores;

11 - Implantar lixeiras seletivas para a reciclagem;

12 - Incentivar a comunidade a preservar o patrimônio público;

13 - Fazer palestras e divulgar as consequências para as pessoas que praticarem a depredação do patrimônio público;

14 – Punir com mais severidade os atos infracionais previstos nas leis;

15 - Realizar uma campanha de reflorestamento na área externa da escola;

16 - Promover atividades que possam fortalecer a consciência de preservação do patrimônio público;

17 - Personalizar as carteiras escolares;

18 – Usar de maior rigor na aplicação das punições previstas no Regimento Interno para a prática dos atos infracionais previsto nas leis;

19 - Preservar as carteiras escolares, mantendo-as em condições de uso;

 20 - Preservar o transporte público para que o serviço não seja interrompido;

21 - Realizar palestras de conscientização sobre a importância da preservação do patrimônio público;

22 - Realizar mutirão de limpeza na escola, a cada dois meses, para preservação do patrimônio público escolar;

23 - Realizar projetos que enfatizem a importância da preservação do patrimônio público para a sociedade em geral;

24 - Reivindicar ao poder público medidas de conservação do patrimônio público da cidade;

 25 - Realizar palestras e projetos sobre a “preservação do patrimônio público”;

26 - Realizar campanhas de conscientização através de cartazes e baners;

27 - Realizar a alimentação escolar apenas no refeitório;

29 - Realizar palestras e projetos sobre a temática, incentivando os alunos para uma maior participação nesses eventos;

30 - Tornar mais rigorosa a responsabilidade dos alunos em relação ao patrimônio público;

31 - Zelar pelo efetivo cumprimento das leis, punindo os infratores, com o rigor nelas estabelecido.

Essas trinta e uma propostas demonstram a seriedade com que o assunto foi tratado nessa série de seminários. É o estudante demonstrando que sabe o que está acontecendo e que busca formas de equacionar e resolver os problemas sociais.

É quase certo que todas as propostas elaboradas pelo corpo discente serão examinadas com todo o rigor gramatical, no sentido de incluí-las nas curriculares da escola. Além disso, tais propostas serão divulgadas através dos meios de comunicação que se dispuserem a oferecer guarida para a devida publicação das mesmas.



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 20h32
[] [envie esta mensagem] []



RESSIGNIFICANDO O ESPAÇO ESCOLAR

ALUNOS DE POXORÉU REIVINDICAM EM FAVOR DAS DIVERSIDADES GERAIS E DE GÊNERO

Prof. Izaias Resplandes

A EE. PE. CÉSAR ALBISETTI, Poxoréu, MT, desde o dia 22 de setembro de 2014 vem desenvolvendo o projeto “RESSIGNIFICANDO O ESPAÇO ESCOLAR”. Dentro das ações previstas constou a realização de diversos seminários sobre temas da atualidade.

Para um melhor aproveitamento dos alunos nos seminários, estes foram distribuídos em sete grupos, nos quais além de debater a temática, deveriam apresentar à Plenária Final, no mínimo dez propostas cada um. Dois grupos debateram “AS DIVERSIDADES GERAIS E DE GÊNERO”, sendo um do período matutino e outro do período vespertino.

A fim de motivar os debates e facilitar a elaboração das propostas, o Prof. Urano Lopes, que ministra a disciplina “Artes” na EE. PE. CÉSAR foi convidado para fazer uma breve palestra aos dois grupos.

Como resultado dos trabalhos realizados, foram elaboradas as seguintes propostas de intervenção:

ROL DE PROPOSTAS ELABORADAS NA SESSÃO PLENÁRIA FINAL DOS SEMINÁRIOS PELO CORPO DISCENTE DA EE PE CÉSAR ALBISETTI – POXORÉU/MT SOBRE AS DIVERSIDADES GERAIS E A DE GÊNERO

01 - Alertar a população para os altos índices de preconceito racial;

02 - Assegurar o respeito às pessoas que tenham interesse na mudança de sexo.

03 – Auxiliar as pessoas a se libertarem da opressão social e demonstrar ser o que realmente são.

04 - Cobrar das autoridades uma ação mais rigorosa contra as pessoas que cometem preconceito social;

05 - Colocar em prática as ações discutidas no projeto “Ressignificando o espaço escolar”, por meio de atos públicos;

06 - Conscientizar as pessoas de modo geral sobre os malefícios psicológicos causados às vítimas do preconceito social;

07 - Divulgar no jornal da escola as ações propostas sobre os temas discutidos no projeto “RESSIGNIFICANDO O ESPAÇO ESCOLAR” 2014;

08 - Elaborar projetos na escola sobre a cultura afro-brasileira;

09 - Elaborar e executar propostas de trabalho em relação à cor e as deficiências.

10 - Fazer manifestação através dos meios de comunicação sobre a diversidade de gênero;

11 - Levar ao conhecimento dos pais as informações sobre as diversidades, adquiridas no projeto “Ressignificando o espaço escolar”, visando clarear seus pensamentos sobre o tema;

12 - Mostrar às pessoas que, apesar de sua cor, ninguém deixa de ser melhor ou pior que outrem pois todos têm a mesma potencialidade para fazer coisas boas ou ruins;

13 - Mostrar, através da ação educativa conscientizadora, que todos os seres humanos são iguais, mesmo com toda a diversidade racial, social, cultural e de orientação sexual.

14 - Não escolher livros didáticos que tratam as diversidades de forma preconceituosa e discriminatória.

15 - Penalizar as pessoas que praticam atos discriminatórios raciais, sexuais ou sociais dentro das dependências da escola;

16 - Promover ações que motivem a reflexão individual e coletiva, para que haja mudanças nessas práticas.

17 - Promover atividades culturais abordando a diversidade de gênero.

18 - Promover campanhas que discutam a diversidade na escola;

 19 - Promover manifestações para que os direitos dos homossexuais sejam mais bem atendidos.

20 - Promover palestras dentro e fora do ambiente escolar sobre as pessoas homofóbicas;

21 - Promover trabalhos sobre a diversidade religiosa.

22 - Promover atos públicos para conscientizar a população sobre o mau uso dos termos pejorativos usados em relação aos homossexuais;

23 - Realizar campanhas conscientizadoras e palestras sobre a diversidade voltadas para a sociedade em geral.

24 - Realizar na Escola o “Dia D” da Diversidade de Gênero.

25 - Sensibilizar as pessoas por meio das redes sociais sobre a violência causada aos negros, homossexuais e LGBTs (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros);

26 - Trabalhar a diversidade de gênero com a família.

27 - Usar os meios de comunicação, principalmente o Jornal da Escola, para informar a população sobre as diferenças humanas.

As propostas elaboradas certamente serão analisadas pelo colegiado da escola, visando incluir aquelas que estão dentro da competência da unidade escolar em seu Projeto Político Pedagógico, como foi o desejo dos alunos. Quanto às demais, serão publicadas nos meios de comunicação utilizados pela escola, visando levá-las, dessa forma, ao conhecimento dos responsáveis diretos pela sua execução, ou ao conhecimento das autoridades mediadoras das intervenções sociais.



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 21h09
[] [envie esta mensagem] []



América campeão!

Final do Campeonato Municipal

Torcida americada

No tarde deste domingo, dia 28 de setembro, após empatar em 1x1 no tempo regulamentar, em emocionante partida no Estádio Diamante Verde, a equipe do América Futebol Clube venceu o Cruzeiro Esporte Clube pelo placar de 5x4 nos pênaltis, conquistando o Campeonato Municipal de Futebol de 2014, promovido pela Liga Esportiva de Poxoréu (LEP), com apoio da Federação Mato-grossense de Futebol.

Cruzeiro x América no final da Liga

Segundo o professor Ademar Silva, o festejado Mafra, o coordenador de esportes da secretaria municipal de educação de Poxoréu e presidente da LEP, o campeonato 2014 reuniu um bom público no Diamante Verde, oportunidade em que os atletas apresentaram futebol de excelente nível para a categoria amadora.

O professor Ademar não mediou esforço para organizar e promover o campeonato de 2014. Com o apoio da prefeitura, buscou parceria com a Federação Estadual e patrocínio de empresários da região para aquisição de troféus, premiando as equipes campeã, vice-campeã e 3ª e 4ª colocada, medalhas para os atletas que se destacaram na competição.


“Queremos o resgate do futebol amador no município. Parabéns aos jogadores e torcedores do América pela festa da conquista de mais um campeonato. Parabéns a jovem equipe do Cruzeiro que também fez bonito no campeonato. Agradeço a participação de todos e o apoio da Federação Matogrossense de Futebol para realização de mais um campeonato em Poxoréu”, disse o esportista.

O BlogPox parabeniza o professor Ademar Mafra pela competência da organização de mais um campeonato amador, torcendo para que o próximo seja ainda melhor.



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 22h07
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


Histórico
    Outros sites
    BLOG POXORÉU Nov/2010 a Ago/2012
    BLOG POXORÉU Fev/2005 a Out/2010
    TCE PRESTAÇÃO de CONTAS Poxoréu
    Blog Centro Juvenil
    Blog da UPE
    Aulas Grátis
    Aulas Grátis II
    Cursos Grátis
    BlogPox no Facebook
    Vídeo Aurélio Miranda
    Previsão do Tempo - Poxoréu
    Vídeos dos Encontros de Violeiros Poxoréu