Encontro de Violeiros

XIII Encontro Nacional de Violeiros em Poxoréu

 Assessoria AMM


A Prefeitura de Poxoréu vai realizar, no período de 30 de abril a 02 de maio, o XIII Encontro Nacional de Violeiros, com apoio da iniciativa privada. O evento terá a participação de artistas regionais e também de outros estados, que vão se apresentar na Concha acústica, monumento que tem o formato do abraço da viola. Na abertura, será realizado um grande show com a dupla nacional Cézar e Paulinho, que fará uma homenagem a Tião Carreiro e Pardinho e a Inezita Barroso.

Durante o evento, também vão se apresentar grupos de Catira, violeiros mirins e amadores. Estão programados os grupos de Catira: Família Guedes, Os Guarás, Os Diamantes e As Consideradas. “O Encontro de Violeiros, transformará a cidade na verdadeira capital musical do Brasil, com o palco do melhor som de viola. Esta modalidade musical fortalece ainda mais a nossa tradição e a cultura da nossa terra”, disse a prefeita Jane Lopes.

 Programação:

 30 de abril (quinta-feira)

 14h-Concurso de Violeiros Mirins

 17h-Concurso de Violeiros Amadores

 19h- Apresentação dos violeiros

 Pamella Machado, as duplas Amorim e Elias, Vinicius e Venâncio, Cacique e Pajé, além do renomado Pereira da Viola.

 21h – Grande show nacional da dupla Cezar e Paulinho, que fará um tributo a Tião Carreiro e Pardinho.

 23h – bailão popular.

  01 de maio (sexta-feira)

 A partir das 19h – apresentação de Mariângela Zan e das duplas: Fernando e Osmair, Batô e kleber, Paulo Cruz e Zé Eduardo, Paraense e Ruan Viola, Kleber e Thiago Viola.

 23h – bailão popular.

  02 de maio (sábado)

12h - Almoço panelaço.

19h – apresentação Léo Goiano e Girsel da Viola, Zé Mulato e Cassiano, Aurélio Miranda e Adriano, Divino e Donizete, Cleyton Torres e Marcos Violeiro, Jucimara e Juliana Andrade, Karen e Pâmela da viola, além dos Dois Mineiros.

 23h - Bailão Popular.

O XIII Encontro Nacional de Violeiros em Poxoréu será apresentado por Luiz Rocha, Miguel Cezário e Osvaldinho Junior. A entrada será através de ingresso individual (valor em torno de R$ 15,00) ou passaporte para os três dias.

(Agência de Notícias/AMM)



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 12h27
[] [envie esta mensagem] []



XIII Encontro de Violeiros

Encontro de Violeiros 2015 em Poxoréu



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 23h18
[] [envie esta mensagem] []



Direto do Plenário

VEREADORES REALIZAM OBSTRUÇÃO NA CÂMARA

Na sessão legislativa desta segunda-feira, dia 6 de abril, cinco vereadores da oposição, Jucélio de Oliveira (DEM), Carlinhos Ramos Valim (PDT), Adão Maurício (PR), Agnaldo Santos (PMDB) e Fernando Alves de Sousa (Fernandinho do PSD), unidos na defesa de interesses da população, realizaram legítima obstrução parlamentar, retirando-se deliberadamente do plenário para impedir votação de matéria.

A realização da obstrução parlamentar já tinha sido noticiada na sessão anterior, realizada no último dia 30 de março, em razão do descaso da prefeita Jane Lopes em não atender as indicações da Câmara Municipal, notadamente os pedidos de vereadores da oposição.

Os vereadores da oposição reclamam que não tiveram qualquer indicação atendida pela atual administração de Poxoréu, o que vem atingindo significativamente toda população poxoreense. Dessa forma, não tiveram outra opção, senão abandonar o plenário e realizar a obstrução regimental.

Os vereadores já haviam alertado sobre o caos na saúde, ruas esburacadas, falta de iluminação pública, estradas vicinais precárias, enfim, o reflexo da incompetência da gestão pública do município. Afirmam que, enquanto suas indicações não forem atendidas, comparecerão à Câmara Municipal, porém, realizarão a obstrução das votações, pois alegam que não aguentam mais a população reclamando e seus pedidos não serem atendidos.

Esvaziado o plenário, o presidente Carlos Mineiro (PR) se viu obrigado a suspender a sessão legislativa por falta de quórum para votação de outras matérias.

É uma iniciativa tímida, pois o melhor local para registrar as reclamações é no Ministério Público Estadual, mas valeu a intenção”, disse a coordenadora do MCCP, Juscinete de Souza Reis sobre o protesto dos vereadores.



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 23h44
[] [envie esta mensagem] []



SOS Saúde

TODOS TÊM DIREITO AOS MEDICAMENTOS

Juscinete Souza Reis

A Constituição Federal é clara quando afirma que “a saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem a redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação”. Além da Constituição, a Lei do SUS estabelece que a atenção à saúde deve ser integral, ou seja, deve abranger tudo aquilo que for necessário para prevenir e curar as doenças, inclusive os medicamentos. Assegura também que todo cidadão tem direito de obter, gratuitamente, os medicamentos que necessita. Até porque os cidadãos já pagaram antes por eles, por meio dos impostos. Portanto, as unidades da rede pública de saúde devem, obrigatoriamente, fornecer aos pacientes os medicamentos receitados. Os medicamentos não são mercadorias como outras quaisquer, pois são destinados à preservação da saúde e da vida.

 Essas breve introdução que faço ao abordar o fracasso na prestação de serviço, ligado área da saúde no Município de Poxoréu/MT.

Já tramita junto à Promotoria de Justiça de Poxoréu, o Inquérito Civil nº 009/2014, que investiga o perecimento de remédios junto ao PSF Central do Município, bem como a distribuição de medicamentos com data de vencimento ultrapassada.

Na última seção plenária da Câmara Municipal, fizemos uso da tribuna livre, abordando pontos negativos que vem ocorrendo no município como falta de iluminação pública, a péssima qualidade na prestação de serviço ligada a área da saúde e a malversação do dinheiro público. Ao meu ver, a atual administração é a pior de todos os tempos, superando a administração anterior que foi desastrosa.

O caos está instalado, as prateleiras do PSF Central então vazias, sem medicamentos para serem distribuídos à população. Não se tem nem remédio para dor de cabeça. O mais grave, é que foi noticiado à Câmara Municipal de Poxoréu, pela direção do Hospital e Maternidade São João Batista, a inadimplência no pagamento do aluguel do Pronto Atendimento, desde o mês de novembro de 2014, bem como outras despesas, o que poderá inviabilizar a continuidade na prestação de serviços de urgência e emergência no município.

Nesta semana, o MCCP ingressou com reclamação junto ao Ministério Público Estadual, pedindo providências emergenciais, visto que, em outros municípios como Cacoal, Juscimeira, Cáceres, a justiça, através de deferimento liminar, requerida pelo Ministério Público, afastou secretário de saúde e prefeito, pelo descaso com a saúde pública.

E pensar que esta foi a bandeira defendida nas campanhas pela ex-secretária de saúde.



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 12h00
[] [envie esta mensagem] []



Política

Nota de esclarecimento

Lena Varanda Guedes

Gostaria de esclarecer a toda população os motivos que me fizeram afastar desse grupo político que jamais eu deveria fazer parte. . Não foi falta de conselho, foi um momento de bobeira mesmo. Acreditei que seria a oportunidade de continuar o trabalho maravilhoso que iniciamos na gestão Ronan. Mas a surpresa veio logo em seguida: A Vice não era convidada nem para o cafezinho, quanto mais para as reuniões.

Todos os projetos que criei foram desativados. A Lapidação, o projeto de Educação ambiental em todas as escolas RECICLANDO O LIXO .SALVANDO VIDAS, POXORÉU QUE EU QUERO, AS PONTES QUE CONSEGUI COM O EXÉRCITO, AS 100 CASAS QUE CONSEGUI COM A SUDECO E POR ÚLTIMO DEIXARAM DE ASSINAR O CONVÊNIO QUE DESTINAVA 150 MIL PARA O FESTIVAL DO PEQUI. Tudo isso e mais ainda a Sr Prefeita mandou que eu arranjasse uma mesa vazia e sentasse, sendo que o compromisso seria eu ter um gabinete com duas assessoras. Tudo isso aos berros. NÃO RESPEITANDO NEM A MINHA IDADE E NEM A LEGITIMIDADE DO MEU MANDATO DE VICE. AMO POXORÉU , MAS NÃO CONSIGO CONVIVER E ACEITAR TANTOS DESMANDOS. UMA CIDADE HOJE JOGADA AO ABANDONO, SEM REMÉDIOS, SEM ESTRADAS, SEM PONTES... MAS A FESTA CONTINUA, ATÉ QUANDO NÃO SABEMOS. DEUS MISERICORDIOSO OLHA POR NOSSA TERRA. MEUS AMIGOS QUE CONFIARAM EM MIM, ME PERDOEM, ERREI SIM, POR ACREDITAR EM QUEM NÃO DEVIA, FUI ENGANADA MAIS UMA VEZ.

 Espero que a justiça esteja atenta a tantos desmandos. Vamos aguardar: A JUSTIÇA TARDA MAIS NÃO FALHA. Ela não precisa de vice pois que ordena é o Sr PREFEITO. Para lembrar do passado e também do presente:O PREFEITO LINDBERG NÃO QUER SABER DE POBREZA. VIVENDO EM SUA MANSÃO SÓ PENSA EM LUXO E RIQUEZA. NA ARTE DE GASTADOR NÃO TEM OUTRO IGUAL QUEM MAIS CONHECE SEUS GASTOS É O COFRE .....

 .......... completem de acordo com a criatividade de cada um

 QUEM SERÁ QUE ESCREVEU ISTO? QUE ANO?



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 11h50
[] [envie esta mensagem] []



Contas Públicas - E agora José?

Representação do Ministério Público de Contas contra Câmara Municipal de Poxoréu

Murilo de Sousa

Minhas lutas serão as mesmas desde o início de meu mandato. Serão focadas no trabalho em prol a população e a TRANSPARÊNCIA nas informações do Legislativo.” Disse o atual PRESIDENTE DA CÂMARA DOS VEREADORES DE POXORÉU (Biênio2015/2016) Vereador CARLOS ANTÔNIO DO CARMO, em entrevista ao Site AGORA MT no dia 24 de novembro 2014, após a eleição da Mesa (www.agoramt.com.br/2014/11/poxoreu-mineiro-e-eleito-o-novo-presidente-da-camara).

Porém, hoje, 1º de Abril de 2015, Dia da Mentira (leia na Bíblia: João 8:44) deparei-me com o PROCESSO Nº: 7.681-3/2015 Publicado pelo TRIBUNAL DE CONTAS DE MATO GROSSO, que Trata-se de Representação de Natureza Interna, formalizada pelo MINISTÉRIO PÚBLICO DE CONTAS, em desfavor da Câmara Municipal de Poxoréu, sob a responsabilidade do Sr. Carlos Antônio do Carmo, em face de eventuais IRREGULARIDADES atinentes à NÃO OBSERVÂNCIA de dispositivos legais e constitucionais voltados à TRANSPARÊNCIA da gestão pública, a saber:

PROCESSO Nº: 7.681-3/2015

PRINCIPAL: CÂMARA MUNICIPAL DE POXORÉU

INTERESSADO: CARLOS ANTÔNIO DO CARMO

ASSUNTO: REPRESENTAÇÃO DE NATUREZA INTERNA

RELATOR: CONSELHEIRO SUBSTITUTO LUIZ CARLOS PEREIRA

JUÍZO DE ADMISSIBILIDADE

Trata-se de Representação de Natureza Interna, formalizada pelo Ministério Público de Contas, em desfavor da Câmara Municipal de Poxoréu, sob a responsabilidade do Sr. Carlos Antônio do Carmo, em face de eventuais irregularidades atinentes à não observância de dispositivos legais e constitucionais voltados à transparência da gestão pública.

Registra-se que, nesta fase processual, em atendimento ao preceituado no artigo 89, IV, da Resolução Normativa nº 14/2007 (Regimento Interno), cumpre a este Relator efetuar o juízo de admissibilidade da presente Representação.

Com efeito, compulsando os autos em exame, tem-se o estrito cumprimento dos requisitos para sua admissibilidade, senão vejamos:

a) Verifico que esta foi formalmente protocolizada mediante petição e documentos, encontrando-se adequada às previsões constantes no caput, do artigo 219, e na alínea b inciso II do artigo 224 do Regimento Interno do TCE/MT, sendo a matéria em análise, ainda não apreciada por esta Corte.

b) Constato que o interessado possui legitimidade para oferecer a presente representação, nos termos do caput do artigo 46 da Lei Complementar 269/2007 c/c caput do artigo 217 do Regimento Interno do TCE/MT.

Diante do exposto, RECEBO a presente Representação Interna .

Por fim, determino a remessa dos autos à Secretaria de Controle Externo da Primeira Relatoria, nos termos do art. 221, § 1º c/c caput do art. 227 do Regimento Interno, para análise técnica.

(Fonte:  http://www.jusbrasil.com.br/diarios/88626536/tce-mt-edicao-nomal-25-03-2015-pg-5)

Eis que surge mais uma dúvida do "iletrado" que vos escreve. Minha pergunta é: E agora José? Ou melhor, e AGORA MINEIRO?



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 22h10
[] [envie esta mensagem] []



Vice

LENA GUEDES VICE-PREFEITA DE DIREITO, MAS NÃO DE FATO

Ruy Nogueira Barbosa

Tempos atrás, antecedendo o pleito eleitoral de 2012 [vide BlogPox, publicação de 25/09/2012], ousei tornar público a leitura que fiz sobre a situação político/partidária que Poxoréu naquele momento vivenciava. Terminei por intitular como: “COLIGAÇÃO OU ARRANJO SEGUNDO O JEITINHO BRASILEIRO????”. Essa pequena contribuição a fiz, corroborando com a matéria de autoria de meu Amigo GARIBALDI JUNIOR, o qual colocara em debate a “IMPORTÂNCIA DE UM CANDIDATO A VICE”.

O sufrágio eleitoral, elegera a Sra. JANE SANCHES, como Prefeita e a Sra. LENA GUEDES com Vice-Prefeita de Poxoréu, as quais no seguimento, em concorrida festa, de fato e de direito, tomaram posse.

Com o passar dos dias, o que eu houvera denunciado com muita antecedência, porém, não visualizado pela Sra. LENA GUEDES e sua assessoria, aquela, fora não aos poucos, mas de forma peremptória, posta à margem da administração.

Tanto assim ocorrera que a Sra. LENA GUEDES, de viva voz, na manifestação denominada “LAGOAÇO” de 24/10/2014,  em alto e bom som, afirmara, confirmara, declarando não fazer parte da Administração municipal de fato, pois, assim determinado fora pelos componentes maiores da administração municipal – Sra. JANE SANCHE e o Sr. LINDBERGUE RIBEIRO NUNES ROCHA.

Pode até soar estranho, mas, hoje Poxoréu tem vice-prefeita de DIREITO, entretanto, esta não existe de FATO, ou seja, na administração municipal de Poxoréu, a Vice-Prefeita, hoje, é carta fora do baralho, institucionalmente, É UM NADA.

Ao finalizar a contribuição naquela época por mim escrita, assim alertei:

Apresentar-se agora como “novo” como “salvação”, que de novo não se tem nada, no mínimo, é querer vender gato por lebre, e em assim sendo, alerto que esta tal situação o Código de Defesa do Consumidor não socorre, ai...., só cabe reclamar para o bispo.”

Como se vê, realmente, a população de Poxoréu comprou GATO POR LEBRE, e o que é pior, não pode se socorrer do Código de Defesa do Consumidor, e muito menos “reclamar para o bispo. Já a Sra. LENA GUEDES, havendo verbalmente declarado que “rompera com a coligação”, porém, mantendo-se no cargo de Vice-Prefeita de direito, mas não de fato, vejo como encenação de uma peça com um equivocado começo, um dramático meio, e, com fim um plenamente previsível – FRACASSO, COM SUICÍDIO ELEITORAL.



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 22h24
[] [envie esta mensagem] []



DECEPÇÃO

O ABANDONO DO ABANDONADO

Ruy Nogueira Babosa

Em meus dois últimos retornos a Poxoréu, como sempre, fui até o Laticínio do Sr. TANAKA, sendo prontamente atendido pelo “NETO”, ambos de educação refinada e presteza ímpar.

Ao sair da unidade industrial do Sr. TANAKA, resolvi ir sentido à Rodovia MT-130, passando pela frente do Estádio.

QUE DECEPÇÃO!

Não poderia eu ter feito pior escolha, haja vista que a “estrada”, reflete a situação da cidade – “COMPLETO E LITERAL ABANDONO”.

Dizer que a “estrada” se encontra mal conservada, seria elogiar esta “DES-Administração”, pois, além dos buracos, o matagal toma conta das margens daquilo que um dia fora Estrada. Este antigo e histórico acesso a Poxoréu, hoje, afiguram-se muito mais a um “TRILHEIRO” do que Estrada, que pena.

Ante tal situação, me vi imaginando como os atuais “DES-ADMINISTRADORES”, ainda ousam encaram a população, e, quando questionados quanto ao atual ABANDONO, que justificativas conseguem apresentar para tanto DESLEIXO, DESAMOR e POUCO CASO PARA COM A COISA PÚBLICA.

Fico imaginando o sofrimento e a diária tortura, bem como os mais que elevados valores despendidos pelo Empresário TANAKA, na manutenção de sua frota para poder transportar o leite pelas estradas rurais, cuja manutenção é de responsabilidade do município.

No presente FATO, inegável é que a DES-ADMINISTRAÇÃO está se lixando para a sede do município, e, em assim sendo, imaginemos como se encontram os distritos e as estradas que dão acesso às propriedades rurais que são fontes de renda para a municipalidade.

Senhora DES-ADMINISTRADORA, como até o presente momento sua “administração” tem se mostrado, tome coragem, digne-se, venha a público e justifique para a população o porquê do ESTADO DE ABANDONO que o município se encontra, preste contas de sua DES-ADMINISTRAÇÃO, afinal, a senhora quando candidata, apresentara um “PLANO DE GOVERNO”, o qual MORALMENTE a senhora tem obrigação de cumprir.

A meu ver, a postura adotada por esta DES-ADMINISTRAÇÃO, apenas e tão somente materializa o que tempos atrás visualizei e prenunciei: que suas promessas que não passavam de ENGODO, MENTIRA, ENGANAÇÃO, um ESTELIONATO ELEITORAL.



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 22h01
[] [envie esta mensagem] []



Prestação de contas

ATRASOS NAS REMESSAS DO APLIC DO POXORÉU–PREVI

Murilo de Sousa

A Constituição, em seu artigo 70, parágrafo único, preleciona que “prestará contas qualquer pessoa física ou jurídica, pública ou privada, que utilize, arrecade, guarde, gerencie ou administre dinheiros, bens e valores públicos ou pelos quais a União responda, ou que, em nome desta, assuma obrigações de natureza pecuniária”.

No site da Prefeitura Municipal de Poxoréu, mais precisamente no Portal da Transparência, NÃO ENCONTREI nenhuma informação sobre o POXORÉU-PREVI (Fundo Municipal de Previdência Social dos Servidores de Poxoréu). O que me instigou a buscar mais informações sobre o assunto e ao acessar o site (www.poxoreuprevi.com.br), constatei que, Coincidentemente, A Agência Lapidar, cujo Proprietário é o senhor Agnaldo Luz (que também é o secretário de administração da prefeitura) é também Responsável pela manutenção do Site.

 Logo adiante, acessei o site do TRIBUNAL DE CONTAS DE MATO GROSSO - Instrumento de Cidadania (www.tce.mt.gov.br), em busca das REMESSAS DO APLIC (Auditoria Pública Informatizada de Contas) do Poxoréu-Previ. Foi quando constatei que essas remessas NÃO SÃO ENVIADAS desde o mês de JULHO de 2014. Ou seja, não há prestação de contas para com o TRIBUNAL DE CONTAS desde o ANO PASSADO!? É ISSO MESMO?

 A Lei nº 10.028/2000 – Lei dos Crimes contra as Finanças Públicas, que prevê o seguinte:

 Art. 5º Constitui infração administrativa contra as leis de finanças públicas:

I – deixar de divulgar ou de enviar ao Poder Legislativo e ao Tribunal de Contas o relatório de gestão fiscal, nos prazos e condições estabelecidos em lei;

Parágrafo 1º: A infração prevista neste artigo é punida com MULTA de trinta por cento dos vencimentos anuais do agente que lhe der causa, sendo o pagamento da multa de sua responsabilidade pessoal .

Parágrafo 2º: A infração a que se refere este artigo será processada e julgada pelo Tribunal de Contas a que competir a fiscalização contábil, financeira e orçamentária da pessoa jurídica de direito público envolvida.

 Eis que surgem mais dúvidas: Esse atraso por parte do POXORÉU-PREVI, pode acarretar em Multas? E o dinheiro para efetuar o pagamento dessas multas, sai do BOLSO DO POVO DE POXORÉU?



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 22h48
[] [envie esta mensagem] []



Gestão Pública

 

DÚVIDA SOBRE PORTAL DA TRANSPARÊNCIA DE POXORÉU

Gostaria que me tirassem uma dúvida, se possível, pois me falta o conhecimento mais aprofundado neste caso.

- A Lei Complementar 131, de 27 de maio de 2009, alterou a redação da Lei de Responsabilidade Fiscal no que se refere à transparência da gestão fiscal, inovando ao determinar a disponibilização, em tempo real, de informações pormenorizadas sobre a execução orçamentária e financeira da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos MUNICÍPIOS.

- Conforme disposto na LC 131, o ente que não disponibilizar as informações no prazo estabelecido FICA IMPEDIDO DE RECEBER TRANSFERÊNCIAS.

No SITE (www.poxoreu.mt.gov.br) consigo acessar as propagandas de obras que serão realizadas pela prefeitura, as galerias de fotos, mas NÃO CONSIGO ACESSAR O PORTAL DA TRANSPARÊNCIA.

E é aí que surge minha dúvida:

-Há outro acesso ao público desse portal da transparência dos municípios mato-grossenses? E o cidadão de Poxoréu tem o direito a esse ACESSO como os cidadãos do restante do Brasil?

Lembrando que a Agência LAPIDAR é a RESPONSÁVEL pela Manutenção do Site, e esta Agência é de Propriedade do senhor AGNALDO LUZ, que coincidentemente é o SECRETÁRIO DE ADMINISTRAÇÃO. www.agencialapidar.com.br/equipe .

(Murilo Sousa)



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 11h22
[] [envie esta mensagem] []



Caridade, Esperança, Fé e Amor

FUNDAÇÃO CEFA

 A “Fundação CEFA – Caridade, Esperança, Fé e Amor", organização não governamental, sociedade civil sem fins lucrativos, de caráter filantrópico assistencial, beneficente e educativocom utilidade pública pela Lei Estadual nº 9.089, de 13.01.2009, mantém uma comunidade assistencial aos dependentes químicos e oferece acolhimento para pessoas com transtornos decorrentes do uso, abuso ou dependência de álcool e drogas, em um sítio na Rodovia Poxoréu/Dom Aquino, a 12 km do centro de Poxoréu (MT).


  Sede do Centro Terapêutico da CEFA

Idealizada em dezembro de 2007 pela doutora Edvige Dassi, e com a ajuda de sua família, a CEFA adquiriu um sítio rural de 81,40 hectares, no município de Poxoréu, onde construiu um Centro Terapêutico para promover o tratamento, a recuperação e reinserção familiar e social de pessoas com transtornos decorrentes do uso de drogas ilícitas e abuso de substâncias psicoativas, com capacidade para abrigar até 40 internos.

A doutora Edwige é uma médica italiana que abandonou o conforto na Itália para se dedicar aos pobres em Poxoréu, há mais de 30 anos. Além de criar a Fundação CEFA, no final de 2007, a doutora Edvirge Dassi já havia criado e estruturado a Creche “Lar do Menino Jesus”, a Escola Agropecuária "Cidade dos Meninos” e o Centro de Ações Sócias, obras sociais transferidas, em março de 2007, para a entidade católica “Pequena Obra da Divina Providência”, ligada à Congregação Orionita.

Na comunidade terapêutica, além de ser cadastrada no COESD (Coordenadoria de Políticas Sobre Drogas de Mato Grosso) – e no SENAD (Secretaria Nacional de Políticas Sobre Drogas), a Fundação CEFA cumpre as exigências e os regulamentos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

Efetuou parcerias importantes com as prefeituras de Poxoréu (anos 2012/2015) e de Primavera do Leste (anos 2013/2014), com a Copiosa Redenção (Comunidade Terapêutica - PR) e com o CONEM/COESD, participando do Edital de Chamamento em 2013.

A CEFA é uma instituição aberta, de adesão exclusivamente voluntária, voltadas às pessoas que desejam e necessitam de um espaço protegido, em ambiente residencial, para auxiliar na recuperação da dependência a droga. O tempo de acolhimento pode durar de 9 a 12 meses.

  ATENDIMENTOS EFETUADOS PELA CEFA

2009 a 2011 - Atendimentos realizados pela Copiosa Redenção.

2012- 10 (dez) internos mensais realizados pela CEFA

2013- 30 (trinta) internos mensais realizados pela CEFA e convênios.

2014- 30 (trinta) internos mensais realizados pela CEFA e convênios.

“Hoje a CEFA possui apenas o convênio de cooperação com a Prefeitura de Poxoréu, pelo qual recebe a quantia mensal de R$ 1.500,00 e de mais apoio para promover o a recuperação e reinserção familiar de pessoas com dependência de álcool e drogas. Vamos fazer uma campanha para apoiar esse importante serviço social coordenado pela Dra. Edwige” afirma a poxoreense Iracema Ramos Araújo.

Para ajudar a Fundação CEFA, você pode depositar a sua contribuição no Banco do Brasil, Agência 0553-3 Poxoréu, conta nº 12.608-X. 



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 23h03
[] [envie esta mensagem] []



Recadastramento

Começou o recadastramento de servidores aposentados e pensionista do Estado

Assessoria

Os servidores aposentados e pensionistas do Estado de Mato Grosso devem procurar as agências do Banco do Brasil para realizar o recadastramento junto à Secretaria de Gestão do Estado (Seges).

Para se recadastrar, os aposentados e pensionistas devem comparecer ao Banco do Brasil munidos da seguinte documentação ORIGINAL: comprovante de residência atualizado, cédula de identidade – RG ou documento oficial de identificação com foto e número de RG, CPF, certidão de nascimento ou certidão de casamento, termos de tutela, curatela e guarda, quando for o caso.

Entre os dias 24 de fevereiro e 25 de março, farão prova de vida os aposentados e pensionistas cujos nomes iniciam com as letras de “A” a “H”; Entre os dias 26 de março e 30 de abril, farão prova de vida os aposentados e pensionistas cujos nomes iniciam com as letras de “I” a “Z”.

O beneficiário deverá comparecer pessoalmente à agência bancária e, se perder o prazo inicial previsto, poderá apresentar-se ao banco até o dia 30 de abril, que é o prazo final.

As agências do Banco do Brasil em Mato Grosso atenderão este público em horário especial, abrindo a partir das 8 horas da manhã e seguindo até as 16 horas.

Mais informações pelo telefone 0800-647-3633.



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 21h56
[] [envie esta mensagem] []



Pequenos Produtores

Secretário Suelme quer benefícios para pequenos produtores

Assessoria

Produtores rurais e assentados de Mato Grosso serão beneficiados pelo trabalho integrado da secretaria de Estado de Agricultura Familiar e Regularização Fundiária (Seaf) e da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer). Cobrando resultados, o governador Pedro Taques se reuniu nesta quarta-feira (25.02) com o secretário da Seaf, Suelme Evangelista, o presidente da Empaer, Layr Mota da Silva, e a presidente do Instituto de Terras de Mato Grosso (Intermat),  Luciane Bezerra.

As reuniões serão periódicas para executar as políticas de auxílio aos pequenos produtores e assentados. “A participação de todos é muito importante. Precisamos que o Intermat, a Empaer e a secretaria funcionem com uma visão econômica e não assistencialista”, frisou o governador.

O secretário Suelme defendeu a elaboração do Plano Estadual de Agricultura Familiar. “É importante para termos um panorama e estabelecermos as metas”, explicou. Ele também falou sobre a necessidade de identificar as áreas e o perfil das famílias da agricultura familiar.



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 21h46
[] [envie esta mensagem] []



Ponto de Vista

ADOLFO CATALAT – ESTE FEZ A DIFERENÇA

Ruy Nogueira Barbosa

ADOLFO FERNANDES CATALAT, brasileiro, nascido em Poxoréu, diplomado em ciências contábeis, empresário, filho do Sr. Basílio e D. Lia, exemplar pai de família, o qual também tivera o privilegio de ser aluno do Mestre Armando Catrana, e, vereador em Poxoréu - MT no período (de 01.01.1997 a 31.12.2000 – 1º Mandato e de 01.01.2001 a 31.12.2004 Segundo mandato).

No período em que o Sr. ADOLFO FERNANDES CATALAT, estivera como vereador, o mesmo exercera a Presidência da Câmara de Vereadores de Poxoréu-MT, durante 01 (um) ano, a saber: 2001.

Poxoréu – MT, nos termos do Decreto nº. 206, de 26 de outubro de 1938, fora elevado a categoria de município. Impõe-se destacar que este município, até 2001, ou seja, com 63 (sessenta e três) anos de emancipação política, o legislativo municipal não possuía sede própria, e o então Vereador Sr. ADOLFO FERNANDES CATALAT, na condição de Presidente da Câmara, com esforço, seriedade, dedicação, honestidade e afinco, materializara o grande projeto da aquisição da sede própria.

Cumpre não deixar passar em brancas nuvens que o projeto do Sr. ADOLFO FERNANADES CATALAT, não fora somente à aquisição e adequação do imóvel adquirido para a sede do legislativo municipal, houvera também a aquisição integral de todo mobiliário necessário, toda a estrutura de informática, bem como regularização da situação dos servidores do legislativo, situação até então irregular.

Nesta mesma época e Diretoria, o Poder Legislativo municipal também adquirira veículos (carro e motocicleta), dando desta forma melhores condições aos senhores vereadores e funcionários da casa, para melhor desenvolver seus trabalhos. Como se vê, o legislativo do município de Poxoréu, possui dois momentos. Um antes do Exercício da Presidência pelo Sr. ADOLFO FERNANADES CATALAT e outro, após sua gestão.

Passada aquela legislatura, salvo melhor juízo, leitura e conhecimento, ABSOLUTAMENTE NADA houvera de atos ou fatos dignos de registro naquela casa de Leis, a não ser remodelações na fachada, troca de mobiliário, e ou divisão interna do imóvel.

E hoje, o que os Nobres Edis têm a apresentar para a população de Poxoréu como trabalho efetivamente prestado???? Asseguro que este espaço democrático do Blog – pox.zip.net, sempre estivera e está aberto para que os representantes do Legislativo municipal, para que preste contas de seus trabalhos.

Necessário expresso deixar que, os vereadores têm a função de discutir as questões locais e FISCALIZAR o ato do Executivo Municipal (Prefeito) com relação à administração e gastos do orçamento. Será que esta sendo feito???????



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 21h02
[] [envie esta mensagem] []



Padre Ângelo

Padre Ângelo

A emoção de Dona Maria e Valter na ordenação do filho Ângelo

O diácono Ângelo César Cenerino foi ordenado padre da Igreja Católica, em celebração no sábado passado, dia 14 de fevereiro, na cidade de Piacatu (SP). Nos últimos anos, como diácono e diretor do Centro Juvenil de Poxoréu, Ângelo deve destacada atuação na formação social de jovens. Uma caravana de Poxoréu, composta por mais de 40 pessoas, foi a Piacatu (SP), para prestar homenagem ao jovem padre católico.

(Foto: Eliete Vieira)



Escrito por autor acima[poxoreu@uol.com.br às 12h01
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


Histórico
    Outros sites
    BLOG POXORÉU Nov/2010 a Ago/2012
    BLOG POXORÉU Fev/2005 a Out/2010
    TCE PRESTAÇÃO de CONTAS Poxoréu
    Blog Centro Juvenil
    Blog da UPE
    Aulas Grátis
    Aulas Grátis II
    Cursos Grátis
    BlogPox no Facebook
    Vídeo Aurélio Miranda
    Previsão do Tempo - Poxoréu
    Vídeos dos Encontros de Violeiros Poxoréu